Casco da P-76 no canteiro do Consórcio Technip-Techint, no Paraná (Divulgação)

P-76 ruma em março para o campo de Búzios

  • 19/07/2017

Technip-Techint programa início da integração de módulos de grande porte ao casco do FPSO para o mês que vem

Casco da P-76 no canteiro do Consórcio Technip-Techint, no Paraná (Divulgação)

O Consórcio Technip-Techint programa a saída do FPSO P-76 de seu cais em Pontal do Paraná (PR) para março do ano que vem. O plano é iniciar em agosto a integração e o comissionamento dos módulos de grande porte no casco da unidade, que foi contratada pela Petrobras para produzir no campo de Búzios, na área da cessão onerosa, no pré-sal da Bacia de Santos.

O cronograma das obras foi apresentado pelo consórcio à Antaq na última semana para justificar um pedido de autorização para realizar as operações especiais de integração na área ampliada do cais de seu terminal de uso privado (TUP), entre 25 de agosto e 25 de fevereiro do ano que vem.

Na carta, protocolada em 11 de julho junto à agência, o Technip-Techint ressalta a importância do projeto de construção do FPSO para o desenvolvimento do pré-sal e diz que ainda pretende contratar mil pessoas para concluir as obras, que hoje empregam 2.530 funcionários.

O casco da P-76 foi convertido pelo grupo Enseada Indústria Naval (Odebrecht/UTD Engenharia e OAS) no Estaleiro Inhaúma, no Rio de Janeiro.

As obras de conversão não foram, contudo, concluídas no local pelo consórcio, que está em recuperação extrajudicial, tendo de ser finalizadas em Pontal do Paraná.

Fonte: Brasil Energia – João Montenegro
19/07/2017|Seção: Destaque Superior 300px, Notícias da Semana|Tags: , , |