Mercado

Alta produção da cessão onerosa levanta dúvidas sobre vender os maiores do pré-sal brasileiro

Há informações ainda não confirmadas no mercado sobre o potencial do segundo poço do Campo de Búzios. As informações são de que a Plataforma P-74 produziu 60 mil barris de petróleo por dia, com vazão estabilizada na casa de 52 mil barris/dia. O site oficial da Petrobras e nem sua agência de notícias ainda não informaram esse feito. Como as fontes gozam de credibilidade, procuramos o geólogo Luciano Seixas, ex-funcionário da Petrobras e um dos mais importantes geólogos do Brasil, para saber sobre essa possibilidade. Estudioso do pré-sal há mais de 12 anos, ele vê que a possibilidade de se produzir tal volume na área de Búzios é perfeitamente plausível, pois os reservatórios e as suas expressões em atributos sísmicos têm algo de excepcional, melhores que os de outras áreas: “Se o número for confirmado teremos aqui, no Brasil, no indomável e endeusado pré-sal, um dos melhores poços do mundo em termos de produtividade, quiçá o maior, e que pertence a área da Cessão Onerosa, com 5 bilhões de barris recuperáveis adquiridos pela Petrobras e na mesma área onde residem os excedentes, algo em torno de 10 bilhões de barris de óleo recuperável potencial.”

16/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Short list para corvetas tem Enseada, Oceana, Vard e Wilson Sons

A Marinha selecionou quatro das nove propostas apresentadas pelos consórcios que disputam a construção de quatro corvetas classe Tamandaré para a força naval. A 'short list', anunciada nesta segunda-feira (15), é formada pelos consórcios: “Águas Azuis”, “Damen Saab Tamandaré”, “FLV” e “Villegagnon”. Com a decisão, a construção desses navios está entre os estaleiros: Enseada (BA), Oceana (SC), Vard (PE) e Wilson Sons (SP). Os investimentos previstos são da ordem de US$ 1,6 bilhão.

Abimaq chama consórcios e tenta viabilizar 40% de conteúdo local para corvetas

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) pretende convocar representantes dos quatro consórcios proponentes da short list da Marinha que disputam a construção de quatro corvetas classe Tamandaré. O objetivo dos fornecedores é conhecer melhor as demandas de cada consórcio, além de apresentar os potenciais de fornecimento da indústria local. A associação considera possível atingir um percentual de 40% de conteúdo nacional nesses projetos.

16/10/2018|Seção: Destaque Superior 300px, Notícias da Semana|Tags:, |

Petrobras tenta pela segunda vez contratar sondas ancoradas

A Petrobras deve abrir uma nova licitação para afretamento de duas sondas ancoradas, diminuindo as exigências técnicas requeridas. A realização de uma segunda concorrência vem sendo analisada pela área de Suprimento de Bens e Serviços, ligada à Diretoria de Assuntos Corporativos, depois que o processo iniciado em fevereiro não obteve sucesso.

15/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Ministério da Defesa, ABIMDE e SIMDE promovem seminário para debater ações de apoio à exportação dos produtos de defesa

No dia 2 de outubro de 2018, o Ministério da Defesa, a ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança) e o SIMDE (Sindicato das Indústrias de Materiais de Defesa) realizaram evento para discutir um importante tema que impacta no dia a dia das indústrias dos segmentos de defesa e segurança no país: a capacidade de exportação.

10/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Licitação dos FPSOs de Marlim sofre novo adiamento

A Petrobras adiou para o dia 3 de dezembro a entrega das propostas da licitação para o afretamento dos dois FPSOs destinados ao campo de Marlim, na Bacia de Campos. A data estava marcada para 10 de outubro, mas alguns proponentes solicitaram à petroleira nova prorrogação do prazo e o pedido que foi acatado pela comissão de licitação.

03/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Petrobras planeja investir R$ 3 bi em pesquisa até 2022

Não será por falta de recursos que projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) na indústria de petróleo e gás deixarão de avançar no país nos próximos anos. Depois de uma paralisação de cinco anos nas licitações de novos campos petrolíferos, para definição do modelo de contrato do pré-sal, a recente retomada dos certames, tanto no pós-sal como no pré-sal, e os leilões que estão por vir já garantem a execução, nas próximas décadas, das pesquisas tecnológicas necessárias à redução do custo de produção do barril de petróleo - cuja cotação nos mercados internacionais flutua ao sabor das disputas geopolíticas.

03/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Wärtsilä redesenha organização

O grupo Wärtsilä decidiu reorganizar-se em duas áreas de negócio, a Wärtsilä Marine Business e a Wärtsilä Energy Business, abrangendo novas vendas e serviços para os respetivos mercados. Com essa mudança, a Wärtsilä pretende fornecer mais valor aos seus clientes, atendendo melhor às suas necessidades em todo o ciclo de vida. A nova estrutura organizacional estará operacional a partir de 1º de janeiro de 2019.

03/10/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

UE questiona capacidade de seus estaleiros para demolição

De acordo com o Regulamento de Reciclagem de Navios da UE (SRR), a partir de janeiro próximo as embarcações com bandeiras baseadas nos países da UE terão que ser demolidas em estaleiros aprovados pela UE.

27/09/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Leilão do pré-sal deve atrair investidor, mas incerteza política pesa

Com a postergação do megaleilão dos excedentes da cessão onerosa, para 2019, a 5ª Rodada do pré-sal ganha ainda mais importância dentro da estratégia das petroleiras. A depender do desfecho das eleições presidenciais, avaliam especialistas do setor, a licitação da semana que vem poderia ser até a última oportunidade de aquisição de blocos no polígono do pré-sal nos próximos anos.

20/09/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |