Emprego

Trabalhadores tomam às ruas de Itaboraí por empregos e volta do Comperj

Os 11 prefeitos dos municípios que formam o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Leste Fluminense (Conleste) vão se reunir, no próximo dia 14 de fevereiro, com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, para discutir a importância da retomada dos investimentos na indústria naval e no Comperj, além do repasse dos royalties para os municípios.

01/02/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Trabalhadores tomam às ruas de Itaboraí por empregos e volta do Comperj

Trabalhadores do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí/RJ, fizeram, nesta terça-feira (31), uma grande passeata pelas ruas de Itaboraí pedindo a volta das obras na unidade. O movimento é uma reação ao anúncio da Petrobras, em janeiro, de que as obras na Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) seriam retomadas em 2018 e apenas com empresas estrangeiras. A manifestação ganhou o apoio de populares ao longo do trajeto. A unidade de processamento é considerada essencial para atender o gás que será produzido nos campos do pré-sal na Bacia de Santos.

31/01/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Fechamento de vagas preocupa setor petrolífero e indústria naval

As recentes licitações da Petrobras para a contratação da instalação da unidade de processamento de gás natural (UPGN) do Comperj, no Rio de Janeiro, e para a construção das plataformas de produção de petróleo dos campos de Libra e Sépia, no pré-­sal da Bacia de Santos, que incluíram empresas estrangeiras, reacenderam a discussão sobre a manutenção de mão de obra no setor petrolífero brasileiro.

27/01/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Indústria naval demite funcionários em Angra dos Reis, RJ

O ano passado foi difícil para a indústria naval de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Foi o setor que mais demitiu e na terça-feira (24), mais 70 pessoas foram demitidas.

27/01/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Estaleiros do Rio demitiram mais da metade dos funcionários em 2015

RIO - As empresas do setor naval fluminenses demitiram mais da metade dos seus funcionários este ano. De acordo com a Confederação Nacional dos Metalúrgicos, já foram cortadas 14 mil vagas em 2015, reduzindo para 12 mil o total de empregados.

28/12/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Há um ano sem receber da Sete Brasil estaleiro demite dois mil trabalhadores

O estaleiro Brasfels anunciou ao Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis que prepara a demissão de 2.000 trabalhadores devido a atrasos nos pagamentos pela construção de sondas da Sete Brasil.

03/12/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Cinco mil funcionários paralisam estaleiro Ecovix

A crise no polo naval da cidade de Rio Grande vai chegando ao seu pior momento. Cerca de 5.500 funcionários do Estaleiro Ecovix, que estão construindo as plataformas P-69 e P-70 para a Petrobras, pararam de trabalhar na manhã desta quarta-feira (21) em solidariedade a 280 funcionários que foram demitidos e não receberam as indenizações […]

23/10/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Estaleiro Atlântico Sul demite mais 200 funcionários

Os trabalhadores do setor metalmecânico continuam sofrendo com o processo de desmobilização no Estaleiro Atlântico Sul (EAS). Informação do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindimetal-PE) dão conta de que ontem foram demitidos mais 200 funcionários. Os desligamentos começaram em novembro de 2014, mas se intensificaram este ano.

“Só este ano foram registradas 2,3 mil demissões, […]

23/10/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Agronegócio impulsiona setor naval com obras no Amazonas

MANAUS – Impulsionada pela cadeia do agronegócio brasileiro, a indústria naval do Amazonas registra demanda crescente para a fabricação de embarcações. Com base em estudos, o segmento prevê que nos próximos dez anos, cerca de mil novas embarcações sejam inclusas no sistema de transporte fluvial com operação por meio de uma rota a partir do […]

29/07/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Crise na Ponta D’Areia

A crise dos metalúrgicos em Niterói está refletindo no comércio do bairro, na Ponta da Areia, polo naval da cidade. Lojas especializadas em Equipamentos de Proteção Individual (EPI) registram quedas nas vendas que variam de 40% a 50%. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL) confirmou o cenário desfavorável.

O presidente da CDL Niterói, Fabiano […]

14/07/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:|