Notas para a Imprensa

Documentos disponibilizados para a Imprensa em geral.

O SINAVAL aos 67 anos

Neste dia 25 de maio, fazemos uma ligeira pausa em nossas rotinas para refletirmos sobre o papel institucional do SINAVAL, que surgiu em 1955 como o Sindicato que veio a suceder uma Associação Profissional criada no Estado do Rio de Janeiro para defender as ideias empresariais de um pequeno número de pioneiros da Indústria Naval.
E o SINAVAL cresceu muito desde então, tendo participação relevante nos anos seguintes, principalmente nos tempos do Presidente Juscelino Kubitschek, um grande incentivador da indústria brasileira, idealizador das indústrias naval, automobilística e de produção de aço, além de criador do principal mecanismo de fomento de nosso segmento industrial, o FMM – Fundo da Marinha Mercante.
Hoje, quase sete décadas depois desses tempos inesquecíveis, lembramos do notável progresso experimentado pelos estaleiros brasileiros, que evoluíram com o SINAVAL e atingiram condições equiparadas às mais avançadas existentes em outros países que têm muito maior tradição nessa atividade industrial, como os europeus, e em pé de igualdade com os atuais expoentes asiáticos em termos de qualidade de seus produtos e excelência de seus trabalhadores.
Desde 1971, o SINAVAL detém a primazia da representação, em nível nacional, dos estaleiros brasileiros de todos os portes, que têm capacidade de produção de embarcações de todos os tipos e tamanhos, desde os pequenos barcos de lazer até enormes navios petroleiros e grandes plataformas de produção de petróleo no mar; desde avançados navios mercantes e de apoio às atividades da indústria de petróleo e gás natural até modernos rebocadores marítimos e portuários, além de comboios de barcaças e empurradores para o escoamento do agronegócio brasileiro em nossas hidrovias. E o Brasil tem hoje, também, uma grande experiência na reparação naval.
O SINAVAL desempenha sua missão em benefício da economia do Brasil com justificado orgulho e exalta o valor e a capacidade técnica das empresas do segmento industrial que representa e dos trabalhadores desta indústria. Os estaleiros navais e seus colaboradores sempre tiveram um grande papel nos resultados alcançados pela indústria brasileira, embora não venham recebendo nos últimos anos o reconhecimento que lhes é devido. Confiamos, entretanto, que em um futuro breve a fase negativa atual chegará ao fim e retomaremos a posição de relevo que conquistamos na Indústria Naval mundial, ao longo de muitos anos de lutas, sacrifícios e vitórias.
 
Longa vida à Indústria Naval Brasileira!
Ariovaldo Rocha
Presidente do SINAVAL

25/05/2022|Seção: Notas para a Imprensa|Tags:, |

Nota do SINAVAL 

O SINAVAL, em seu papel institucional de representação da Indústria Naval em nível nacional, vem a público prestar esclarecimentos sobre o recente posicionamento da Petrobras, divulgado após reunião com a Comissão Especial de Indústria Naval da ALERJ. Leia a nota completa

25/05/2021|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana|Tags:, , , , |

Nota do SINAVAL

O SINAVAL, em face das recentes notícias sobre as intenções de contratação, pela Petrobras, de novos FPSOs para o campo de Búzios, na Bacia de Santos, e em seu papel institucional de representação da Indústria Naval em nível nacional, vem a público prestar esclarecimentos sobre esse tema e sobre o Comunicado da Petrobras divulgado em consequência dessas notícias. Leia mais

16/01/2021|Seção: Notas para a Imprensa||

NOTA SOBRE O PROJETO DE LEI QUE APROVOU
O PROGRAMA “BR DO MAR”

Após a conclusão, por parte da Câmara dos Deputados, da votação do Projeto de Lei 4199/2020, que trata do Programa “BR do Mar”, o SINAVAL – Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore – vem a público manifestar-se sobre esse assunto.
Em todos os países onde a indústria naval é competitiva e gera milhares de empregos, este segmento industrial tem sua sustentação apoiada em três pilares: conteúdo local, demanda perene e linhas de financiamento atrativas. Leia mais

09/12/2020|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana|Tags:|

Nota do SINAVAL

Em resposta ao artigo do SINAVAL publicado no site desta Instituição de Classe em 30 de abril do ano em curso, o Secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia enviou ao SINAVAL, em 23 de novembro, o Ofício SEI nº 144060/2020/ME, de 20 de novembro, que estamos publicando a seguir juntamente com o artigo do SINAVAL que motivou o Ofício.
Recomendamos o acesso ao link em cor azul na segunda página do Ofício, que remete às diversas providências emergenciais tomadas pelo Governo Federal em função da pandemia da Covid-19.

25/11/2020|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana||

FIEB apoia o SINAVAL

A Federação das Indústrias do Estado da Bahia - FIEB apoia a inciativa do SINAVAL na defesa da indústria naval brasileira, que pode ser prejudicada caso os projetos de Lei em tramitação no Congresso Nacional sobre o tema cabotagem (PL 4199/2020 e PL 3129/2020) não sejam ajustados.

14/10/2020|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana|Tags:, |

Nota do SINAVAL

Em resposta a uma correspondência do SINAVAL dirigida ao Excelentissimo Senhor Presidente da Republica, o Ministério da Infraestrutura enviou à instituição um ofício com uma Nota Técnica da Secretaria de Fomento, Planejamento e Parcerias, que publicamos a seguir, juntamente com a correspondência do SINAVAL que lhe deu origem.

13/10/2020|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana, SINAVAL Informa||

Nota do SINAVAL

O SINAVAL informa que o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, recebeu esta instituição em Brasília nesta segunda-feira dia 14, acompanhado pelo Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, para tomar conhecimento dos principais pontos do Projeto de Lei no. 4199/2020 referente ao Programa "BR do Mar" que prejudicam a Indústria Naval brasileira.
Ainda nesta mesma segunda-feira, o SINAVAL reuniu-se com o Chefe de Gabinete da Senadora Kátia Abreu, Sr. Arno Jerke Jr., para apresentar os pontos prejudiciais à Indústria Naval brasileira no Projeto de Lei no. 3129/2020, de autoria da Senadora. 
A Senadora Kátia Abreu receberá o SINAVAL em Brasília na próxima semana. Leia mais

15/09/2020|Seção: Notas para a Imprensa, Notícias da Semana||

Nota do SINAVAL em relação ao Projeto de Lei Complementar que dispõe sobre os recursos do FMM

O SINAVAL tomou conhecimento da aprovação na Câmara dos Deputados no dia 9 de junho, em regime de urgência, do Projeto de Lei Complementar (PLC) de autoria dos Deputados Mauro Benevides e André Figueiredo Filho, ambos do PDT/CE, que "cria fonte de recursos para o enfrentamento de calamidade pública nacional decorrente de Pandemia da Covid-19 reconhecida pelo Congresso Nacional", nos termos do Decreto Legislativo no. 6 de 2020. Essa fonte de recursos será constituída pelo saldo do superávit financeiro, apurado em 31 de dezembro de 2019, de diversos fundos públicos que o PLC relaciona, dentre os quais o FMM-Fundo da Marinha Mercante.
Leia a nota na íntegra

10/06/2020|Seção: Notas para a Imprensa||

SINAVAL completa 65 anos de atividades

25 de maio é uma data importante para o setor industrial e aquaviário brasileiro. Nesse dia, em 1955, foi fundado o SINAVAL, naquela época uma associação regional que reunia os estaleiros do Rio de Janeiro e seu entorno. O status de Sindicato Nacional veio em 1972, com a Carta Sindical expedida pelo Ministro do Trabalho.
O SINAVAL foi o principal interlocutor da indústria da construção naval com as autoridades em todos os governos que se sucederam desde 1955, com uma atuação forte e decisiva na mobilização da indústria em diversas ocasiões, como na modernização e ampliação dos estaleiros nacionais no governo do Presidente Juscelino Kubitscheck, quando a construção naval foi incluída no Plano de Metas do governo.
Reconhecida mundialmente, a Indústria Naval e Offshore brasileira produziu e reparou continuamente centenas de embarcações dos mais variados tipos e dimensões para empresas de navegação nacionais e estrangeiras, e construiu e integrou muitas plataformas marítimas e seus módulos, sempre com a mais alta qualidade, contribuindo para a geração de renda no País e a criação de milhares de empregos.
Nos dias de hoje, o SINAVAL prossegue em sua nobre tarefa de representação e defesa de seus Associados e de toda a Indústria Naval e Offshore brasileira, que entrega produtos de qualidade e desempenho equivalentes ao que de melhor é produzido nos outros países onde existe essa atividade industrial.
Nossos parabéns a todos aqueles que trabalham neste segmento industrial em todas as Regiões do Brasil!

26/05/2020|Seção: Notas para a Imprensa||