Motores Cummins contribuem com os negócios marítimos na região Norte do País

  • 01/08/2017

A Cummins Brasil, em parceria com o Distribuidor Noroeste Máquinas, responsável pela distribuição de produtos e serviços da companhia nos estados de Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre, comemora a venda de quatro motores Cummins para estaleiro Easa, localizado em Belém (PA). Duas unidades do Cummins KTA 38 já equipam o empurrador Cianport Pará, encomendado pela Companhia Norte de Navegação e Portos (Cianport) para reforçar o transporte de grãos na região Norte do País. Os outros dois motores, também KTA 38, serão instalados na embarcação Cianport Amapá, construída para a mesma finalidade, até o final deste ano.

Com isso, a Cummins e o seu Distribuidor Noroeste Máquinas confirmam a sua excelência em atender ao potencial de negócios marítimos da região

Norte do País, com estrutura completa, incluindo produtos tecnologicamente avançados, ferramental, estoque de peças e engenharia de aplicação altamente capacitada. “Temos um pacote de valores agregados que nos traz a vantagem de servir este segmento que consideramos bastante promissor para o Brasil e para os nossos negócios”, diz Marcelo Alexandre de Jesus, coordenador de Vendas de Motores Cummins da Noroeste.

Cada empurrador da Cianport traz um total de 2.400 hp de potência. A motorização Cummins KTA 38, com sistema de combustão Diesel de 38 litros, oferece 1.200 hp de potência a 1.800 rpm. A embarcação Cianport Pará que já recebeu a entrega técnica dos motores pelo Distribuidor Cummins Noroeste fez sua estreia no ano passado, quando realizou a sua primeira viagem de Belém/PA para Manaus/AM. A oferta completa de produtos Cummins para o mercado naval inclui motores de propulsão e auxiliares de bordo (mecânicos e eletrônicos) que variam de 6.7 até 95 litros e/ou 300 hp a 4.000 hp; pacotes Diesel Elétrico (de 358 kw a 1.825 kw) e geradores de bordo disponíveis entre 90 kw e 1.825 kw. Toda gama de produtos da Cummins Marine atende à mais rigorosa norma de emissões vigente no país, IMO Tier II.

Para a Noroeste Máquinas, o segmento de motores marítimos é de extrema importância para a região por conta das altas demandas para o mercado de navegação fluvial, como o transporte das mercadorias produzidas pela Zona Franca de Manaus por meio dos rios. “Temos apostado no crescimento do mercado de transporte de grãos também, principalmente para o escoamento da produção de soja, com boas perspectivas para ampliação da estrutura das hidrovias da região até 2018”, diz o coordenador da Noroeste.

Fonte: Portal Fator Brasil
01/08/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags: , |