Aker fabrica módulos para projetos da Statoil no Mar do Norte em São José dos Pinhais

  • 20/03/2018

De origem norueguesa, as empresas Aker Solutions, principal fornecedora do setor de óleo e gás no Paraná, e Statoil, uma das principais produtoras de petróleo no Brasil, celebraram oficialmente a assinatura de três contratos de exportações de bens produzidos no Brasil para a Noruega. A cerimônia aconteceu nesta terça-feira (13) na sede da Aker em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Os três contratos preveem a produção de 47 módulos de Sistema de Controle fabricados na sede paranaense da Aker, destinados aos projetos Johan Castberg, Troll e Askeladd, todos na Noruega. Estes módulos compõem as árvores molhadas ou os manifolds, com funções como, por exemplo, o controle das válvulas e leituras de sensores. Desde fevereiro, a Aker já trabalha no desenvolvimento dos componentes que serão exportados e as primeiras entregas devem acontecer em novembro deste ano. A fatia do contrato global entre Aker e Statoil que virá para o Brasil é da ordem de R$ 100 milhões. O contrato total é de NOK 5 bilhões, equivalente a cerca de R$ 2 bilhões.

Segundo Maria Peralta, Presidente da Aker, os contratos são parte importante da estratégia da sede brasileira da empresa para se tornar um hub global, diversificando o portfólio com novos clientes internacionais e exportando conteúdo local. “É um marco na história da Aker do Brasil, pois são os primeiros projetos globais e com operadoras internacionais a serem realizados aqui, mesmo que parcialmente”, afirmou.

Já Anders Opedal, Presidente da Statoil, acredita que estes projetos mostram a importância dos fornecedores brasileiros, evidenciando que é possível entregar grandes projetos e colaborar além das fronteiras. “Os fornecedores locais podem ser competitivos em termos de qualidade, segurança, custo e prazo. Nosso interesse é estimular que eles se desenvolvam”, disse.

Os planos da Statoil no Brasil são de longo prazo, o que, segundo Opedal, torna necessário que haja uma rede de fornecedores locais. “Em 2050, vamos estar aqui. Nós precisamos desses fornecedores, caso contrário teríamos de importar, o que não funcionaria para nossos planos”, disse. Em 2017, a Statoil investiu R$ 1,24 bilhão no Brasil em compras de bens e serviços de 800 empresas brasileiras.

Aurélio Amaral, da Agência Nacional de Petróleo (ANP), também ressaltou a importância de estimular o desenvolvimento da indústria local, possibilitando que haja uma competição de igual para igual dentro do setor. “É uma satisfação ver que os investimentos estão ficando no país, estimulando que se produza tecnologia de ponta aqui”, declarou em seu discurso na solenidade.

Questionada se esta nova fase da Aker no Brasil deve gerar novos empregos na fábrica de São José dos Pinhais, a maior da empresa no mundo, Peralta disse que, neste momento, o quadro é estável. “Tivemos uma baixa nos últimos anos em todo o mundo. Para este momento, estamos bem, talvez tenhamos algumas contratações pontuais de competências específicas, mas não são números expressivos”, completou.

Mundialmente, a Aker Solutions emprega 14 mil pessoas em 20 países. No Brasil, além de São José dos Pinhais, ela também está no Rio de Janeiro e em Rio das Ostras. No Paraná, a fábrica funciona desde a década de 1970.

Fonte: Gazeta do Povo – Flávia Silveira
20/03/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags: , , |