SBM Offshore será contratada de forma direta para construir o sexto FPSO de Búzios

  • 15/09/2020

Em uma manhã com a Petrobras movimentando o setor de óleo e gás, um novo anúncio para mexer com o mercado: a estatal revelou que iniciou negociações para contratação direta da SBM Offshore para construção do FPSO Almirante Tamandaré, a sexta unidade do tipo do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. A estatal brasileira justificou a ausência de concorrência mencionando que a opção de contratação direta está prevista na lei 13.303/16 (Lei das Estatais).

“A Petrobras monitora constantemente o mercado mundial de FPSOs e identificou que, neste momento, apenas a SBM tem capacidade de atender aos requisitos técnicos, operacionais e de disponibilidade da companhia”, explicou a petroleira, em nota. O FPSO Almirante Tamandaré será a maior unidade de produção de petróleo a operar do país, com capacidade de processamento diário de 225 mil barris de óleo e 12 milhões de m3 de gás. A embarcação deve começar a produzir no campo de Búzios no segundo semestre de 2024.

Além deste, os outros dois FPSOs previstos para a Búzios – P-78 e P-79 – serão contratados por licitação, na modalidade EPC (sigla em inglês para a contratação de engenharia, suprimento e construção). As concorrências já estão na praça, com participação de empresas que conseguiram passar por pré-qualificação pública realizada pela Petrobras. As duas unidades terão capacidade para processar diariamente 180 mil barris de óleo e 7,2 milhões de m3 de gás, cada uma, com previsão de primeiro óleo para 2025.

15/09/2020|Seção: Destaque Superior 150px|Tags: , |