Apoio portuário e offshore são destaques da última reunião do CDFMM em 2020

  • 17/12/2020

Conselho diretor do Fundo da Marinha Mercante aprovou R$ 478 milhões em novas prioridades, que incluem construção de cinco rebocadores, além de recursos para modernização, reparo e conversão de embarcações.

Na última reunião de 2020, o Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) concedeu R$ 478 milhões em novas prioridades, com prazo de 450 dias, para novos projetos do setor naval. Desse total, R$ 252,4 milhões são destinados à Wilson Sons para a construção de cinco rebocadores RSD 2513 de 80 TTE (tração estática), sendo uma unidade com sistema de combate a incêndio (Fifi), no estaleiro do grupo no Guarujá (SP). Na 45ª reunião ordinária do CDFMM, a Norsul obteve prioridade de R$ 122,7 milhões para a conversão de uma barcaça oceânica em porta-contêiner com capacidade de 500 TEUs para transporte feeder, a ser realizada no estaleiro Wilson Sons.

 

A CBO fará a modernização de três embarcações, sendo um PSV 3.000 (CBO Renata), um PSV 4.500 (CBO Flamengo) e um AHTS 15.000 (CBO Chiara), no estaleiro Aliança (RJ). A empresa obteve um total de R$ 71,2 milhões de prioridade. A Bram Offshore recebeu prioridade de R$ 24,8 milhões para reparo de dois PSVs (Bram Bahia e Bram Belém) e para conversão de três PSVs (Bram BrasilBram Bahia e Bram Belém), no estaleiro Navship (SC).

A Alfanave Transportes Marítimos tem prioridade de R$ 5,2 milhões para realizar o reparo para certificação de classe e conversão do PSV Navegantes Pride, também no estaleiro Navship. A Agemar Transportes obteve prioridade referente à suplementação de recursos, no valor de R$ 1,47 milhão, para construção de um navio para transporte de derivados de petróleo, de 482 DWT, no Estaleiro Joel Santos, em Navegantes (SC).

Estaleiro
 — O Estaleiro Jurong Aracruz (EJA), no município de Aracruz (ES), obteve mais 180 dias de prazo para a prioridade que havia sido obtida em março deste ano, no valor de R$ 1,46 bilhão. O conselho cancelou o apoio financeiro concedido para a DOFCON Navegação referente à suplementação de recursos para a construção do PLSV Skandi Olinda. O cancelamento foi atendido a pedido da empresa postulante.

Fonte: Portos e Navios – Danilo Oliveira
17/12/2020|Seção: Destaque Superior 300px|Tags: , |