Em inspeção judicial, Estaleiro Rio Grande projeta novos investimentos

  • 30/09/2021

Dando continuidade ao processo de recuperação do Grupo Ecovix, o Estaleiro Rio Grande recebeu, esta terça-feira (28), uma inspeção judicial, com a visita da juíza Fabiana Gaier Baldino, da 2ª Vara Cível de Rio Grande. Durante a atividade, que contou com a participação de representantes do Ministério Público e da administradora judicial, a companhia anunciou que há negociações avançadas para mais reparos de embarcações no local.

No Estaleiro, a magistrada verificou o trabalho desenvolvido, com destaque para o reparo no navio Siem Helix I, que chegou ao dique há exatamente um mês. A juíza também recebeu informações sobre as prospecções de novos negócios pela Ecovix, que busca diversificar as atividades e gerar mais empregos na área naval.

“A magnitude de um processo de recuperação judicial como esse é muito complexa. Mas, aos poucos, começamos a superar os obstáculos”, afirmou Fabiana. “Demos um passo importante. Estamos otimistas. Agora é permanecer assim, para que o processo continue no caminho certo”, disse a magistrada.

O diretor-geral da Ecovix, Robson Passos, enfatizou a relevância da atuação do Poder Judiciário na reestruturação. Para o executivo, isso é “importante e decisivo para gerar segurança jurídica aos negócios, permitindo que mais parceiros venham para cá”. Salientou também a relevante atuação do Ministério Público que vem contribuindo para a condução do caso.

Durante a inspeção, o Grupo Ecovix adiantou que há negociações avançadas para realizar o reparo de mais duas embarcações no estaleiro: o Siem Helix II, navio de estimulação de poços que atua para a Petrobras na Bacia de Campos, assim como o Siem Helix I; e o Seven Waves, da Subsea 7, que também opera com a estatal brasileira, como navio de apoio a dutos (PLSV).

A concretização dos negócios deve garantir a manutenção dos cerca de 500 empregos gerados para o serviço, pelo menos até o primeiro trimestre de 2022, além de movimentar a economia de Rio Grande. “A confirmação desses investimentos reforçará a relevância do Estaleiro nesse mercado, bem como a diversificação das atividades, trazendo boas perspectivas para toda a região”, pontua Robson Passos.

No dia 28 de agosto, o Estaleiro Rio Grande voltou a operar com serviços navais com a chegada do Siem Helix I, que permanecerá no local até os próximos dias. O serviço é feito em parceria com a DockBrasil, empresa do Rio de Janeiro que atua com reparação naval.

Fonte: Portos e Navios
30/09/2021|Seção: Destaque 150px|Tags: , |