P-75

Veja as próximas plataformas a entrar em produção no país

Neste e no próximo ano, quatro novos FPSOs estão previstos para entrar em operação.

13/11/2018|Seção: Notícias|Tags:, , , , , , , |

Petrobras inicia operações da plataforma P-75, no campo de Búzios

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira que iniciou ontem a operação da plataforma de P-75, instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, com a produção de petróleo e gás natural.
A plataforma, a segunda a ser instalada na região, é uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás (FPSO, na sigla em inglês) e possui capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de óleo e comprimir até seis milhões de metros cúbicos de gás natural.
Instalada a aproximadamente 210 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2 mil metros, a P-75 produzirá por meio de dez poços produtores e sete poços injetores. O escoamento da produção será feito por navios aliviadores, enquanto a produção de gás, escoada pelas rotas de gasodutos do pré-sal.
Descoberto em 2010, o campo de Búzios é o principal sob o contrato da cessão onerosa e teve seu início de produção em abril deste ano por meio da plataforma P-74. O regime de cessão onerosa reserva à Petrobras o direito exclusivo para exploração e produção de até cinco bilhões de barris de óleo equivalente na Bacia de Santos.
A P-75 é a quarta plataforma a entrar em produção em 2018, após o FPSO Cidade Campos dos Goytacazes no campo de Tartaruga Verde, a P-67 no campo de Lula e a P-74 no campo de Búzios. Segundo a Petrobras, estas plataformas, junto com a P-67, que já está no campo de Lula, e a P-76, que seguirá para o campo de Búzios em dezembro, concluirão os seis sistemas previstos para este ano no Brasil, contribuindo para o aumento da produção no horizonte do Plano de Negócios e Gestão 2018-2022.

12/11/2018|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:, , |

Petrobras inicia produção na plataforma P-75

A semana começa com uma importante notícia vinda do pré-sal. A Petrobrás começou a operação do navio-plataforma (FPSO) P-75, no campo de Búzios, na Bacia de Santos. A empresa registrou uma produção de 30 mil barris já no primeiro poço, reforçando ainda mais o já comprovado imenso potencial do nosso pré-sal.
A P-75 tem capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de petróleo e comprimir até 6 milhões de m³ de gás natural. O navio-plataforma irá produzir por meio de 10 poços produtores, tendo também sete poços injetores. O escoamento da produção de petróleo será feito por navios aliviadores, enquanto a produção de gás será escoada pelas rotas de gasodutos do pré-sal.
Com a P-75, a Petrobrás chega ao número de quatro unidades entrando em atividade no ano de 2018. Para lembrar, os FPSOs Cidade Campos dos Goytacazes no campo de Tartaruga Verde; P-69 no campo de Lula; e P-74 no campo de Búzios foram adicionados ao portfólio da petroleira ao longo do ano.
A estatal informou que ainda espera colocar em operação em 2018 a P-67, que já está na locação no campo de Lula, e a P-76, que deverá chegar ao campo de Búzios em dezembro.

12/11/2018|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:, , |

Petrobras prevê iniciar operação de 4 novas plataformas entre outubro e dezembro, diz diretor

A Petrobras prevê iniciar a produção de mais quatro novas plataformas, entre outubro e dezembro deste ano, afirmou a jornalistas o diretor executivo de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia, Hugo Repsold, em um evento no Rio de Janeiro.

23/07/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , |

Novas FPSOs da Petrobras já estão seguindo para o Brasil

Os FPSOs P-75 (Búzios) e P-67 (Lula Norte) estão prontos para deixar os estaleiros chineses da Cosco e da COOEC, respectivamente. Destinada ao projeto de Búzios II, a unidade da cessão onerosa inicia sua viagem para o Brasil na sexta-feira (18/5), enquanto a P-67 sairá entre segunda-feira (21/5) e a terça-feira (22/5).

A P-75 parte ao […]

21/05/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Petrobras pode comissionar até oito plataformas em 2018

A Petrobras vai comissionar um número recorde de plataformas este ano. Serão oito embarcações, todas destinadas ao pré-sal, que, no prazo de um a dois anos, vão ampliar a produção da empresa em mais de 1 milhão de barris por dia, quase a metade do volume total extraído em todo País, atualmente de 2,6 milhões de barris.

Radix conclui etapa dos FPSOs P-75 e P-77 e termina detalhamento de engenharia na plataforma de Mexilhão

A Radix deu importantes passos em dois empreendimentos cruciais para a indústria nacional de óleo e gás. A empresa foi contratada para fazer o projeto de desenvolvimento de módulos elétricos e de turbomáquinas dos FPSOs P-75 e P-77, serviço que foi concluído em 2016. Os módulos foram construídos na China a partir deste detalhamento de engenharia feito pela Radix.

06/09/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Sindicalista se amarra a portaria de estaleiro em ato contra a Petrobras

Rio Grande, no Rio Grande do Sul, virou palco de um protesto inusitado. Desde a madrugada da última terça-feira, o sindicalista Benito Gonçalves permanece amarrado às grades de proteção da portaria do Estaleiro QGI, um consórcio constituído pelas empresas Queiroz Galvão e Iesa para atuar no setor naval. Benito, que é presidente do Sindicato dos […]

25/06/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , , , |

Estaleiro Enseada reduz à metade força de trabalho da conversão da P-74 até que chegue a um acordo com a Petrobras

As notícias já não eram boas para os estaleiros brasileiros, agora ficaram ainda piores. O Estaleiro Enseada reduziu a força de trabalho nas obras de conversão dos navios em FPSOs que estavam sendo feitos no Estaleiro Inhaúma, no Rio de Janeiro, e colocou 2 mil trabalhadores de férias, até que chegue a um novo acordo […]

12/06/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , , , |

Petrobras define rumo das plataformas P-75 e P-77

É triste para o Brasil, mas ao que tudo indica só um milagre para que as plataformas   P-75 e P-77 continuem a ser construídas no País. Alegria mesmo só na China e na direção de engenharia da Petrobrás, que vai dar um chute no traseiro do compromisso alardeado pela própria presidente Dilma Rousseff, que defendeu […]

09/06/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |