P-68

Perfurações de poços para as plataformas P-68, P-70, Mero 1 e Sépia avançam

A Petrobras tem atualmente quatro navios-plataformas (FPSOs) em fase de construção. Enquanto aguarda a conclusão do desenvolvimento das unidades, a estatal avança na perfuração de poços que serão interligados a estas embarcações. A P-68, que já tem mais de 95% concluída, deve entrar em operação ainda neste ano. Ela será instalada no campo de Berbigão, na Bacia de Santos, que hoje já conta com 56% de poços perfurados e 28% já completados.

Petrobras estuda iniciar produção em décima FPSO de Lula em 2022

A Petrobras-led consortium is assessing the possibility to start commercial output from a 10th floating production, storage and offloading vessel in the giant Lula pre-salt field in the Santos basin off Brazil in 2022. Portugal’s Galp Energia, which holds a 10% working interest in Lula, believes production from the western section of the field may happen in a three-year horizon.

25/02/2019|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , |

Veja as próximas plataformas a entrar em produção no país

Neste e no próximo ano, quatro novos FPSOs estão previstos para entrar em operação.

13/11/2018|Seção: Notícias|Tags:, , , , , , , |

Petrobras prevê iniciar operação de 4 novas plataformas entre outubro e dezembro, diz diretor

A Petrobras prevê iniciar a produção de mais quatro novas plataformas, entre outubro e dezembro deste ano, afirmou a jornalistas o diretor executivo de Desenvolvimento da Produção e Tecnologia, Hugo Repsold, em um evento no Rio de Janeiro.

23/07/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , |

Casco da P-68 chega ao Espírito Santo para integração

O Estaleiro Jurong, em Aracruz (ES), recebeu ontem, dia 21, o casco da plataforma P-68, terceira unidade da série de replicantes que atenderá às demandas de produção de petróleo do pré-sal da Bacia de Santos.

23/12/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Dívida da Ecovix com fornecedores totaliza R$ 90 milhões apura CSEN-Abimaq

A Ecovix (RS) possui, pelo menos, R$ 90 milhões de inadimplência com seus fornecedores referente à construção de oito cascos para unidades flutuantes de armazenamento e transferência de óleo (FPSO, na sigla em inglês). De acordo com números apurados pela Câmara Setorial de Equipamentos Navais e de Offshore da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas […]

16/06/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , , |

Plano C para o pré-sal de Santos

Repetindo a estratégia de 2013, a Petrobras vai outra vez ao mercado para afretar até duas novas unidades de produção para o cluster do pré-sal da Bacia de Santos, na tentativa de minimizar o impacto causado pelo atraso de pelo menos um ano nas obras de construção dos 12 FPSOS próprios (oito replicantes e quatro […]

Estaleiro gaúcho é base para construção de cascos de plataformas

O Estaleiro Rio Grande 1 (ERG 1), no Rio Grande do Sul, é base para a construção de cascos de plataformas de petróleo. Atualmente, a P-66, que vai operar no pré-sal da Bacia de Santos, é a plataforma mais adiantada do estaleiro.

25/08/2014|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , , , , , |

Prazos e realidade – Conteúdo local

Petrobras reafirma compromisso com conteúdo local, mas reconhece necessidade de encomendas no exterior. O conteúdo local continua sendo um desafio para a indústria nacional acompanhar o ritmo de projetos do setor naval e offshore.

15/08/2014|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , , , , , , , , , , , |

Atrasos preocupam investidores da área de óleo e gás no estado do Rio Grande do Sul

O que causa mais receios nos operadores desse segmento é o descumprimento de cronogramas. O coordenador do Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás, Naval e Offshore da Fiegrs, Marcus Coester, considera que a maior preocupação são os atrasos no processo produtivo. O dirigente argumenta que isso impacta os resultados da Petrobras e a capacidade de reinvestimento da estatal.

29/05/2014|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , , |