Estaleiro EBR

Retomada da construção naval! Petrobras voltará a fabricar seus próprios FPSO’s e estaleiro EBR é um dos pré-qualificados

  • 20/07/2020

Estaleiro EBR

A semana encerra com mais uma ótima notícia para a construção naval do Brasil! O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, declarou que a fase 2 do campo de Búzios vai demandar plataformas com uma maior capacidade de produção (FPSO).

Os FPSO’s utilizados na primeira fase do ativo tinham uma capacidade para processar 150.000 barris/dia de petróleo e agora serão requeridos FPSO’s de 225.000 barris/dia.

A principal razão é o volume de reservas do plano de desenvolvimento da fase 2 do campo de petróleo Búzios que é bem maior do que o da fase 1. A nova fase está prevista para iniciar em 2024 segundo o presidente da Petrobras

Em paralelo, a Petrobras já busca no mercado empresas Epcistas qualificadas a participar de suas licitações para fornecimento de FPSO’s.

A licitação ainda não tem data agendada, mas já está sendo aguardada com ansiedade pelo mercado de EPC (Engenharia, Suprimentos e Construção).

O estaleiro EBR, de São José do Norte, no sul do país, já foi anunciado pela Petrobras como pré-qualificado, conforme a nova lei das estatais que exige esta fase nas novas licitações.

Segundo o gerente comercial do estaleiro EBR, Luiz Felipe Camargo, “Essa pré-qualificação é muito importante para o EBR, porque comprova nossa capacidade de entrega satisfatória de projetos completos, baseada no nosso histórico recente. Comprova ainda nossa capacidade financeira para concorrer com grandes empresas do mercado internacional, além de atestar a satisfação da Petrobras com nosso trabalho, pelo qual fomos premiados pela antecipação do óleo do FPSO P-74”.

Pré-qualificação Petrobras

Para pré-qualificar uma empresa, a Petrobras exige, além de uma boa saúde financeira, a comprovação de entrega, nos últimos 10 anos, de um FPSO com capacidade mínima de produção de 100 mil barris de petróleo por dia e tratamento de 2 milhões m³ de gás por dia.

A pré-qualificação conquistada pelo estaleiro vale por 1 ano e espera-se que a licitação que marcará a volta da Petrobras a contratação de suas próprias unidades aconteça antes do vencimento deste prazo.

O estaleiro EBR se destacou na construção do FPSO P-74 e hoje fabrica módulos para a Modec. A empresa faz parte do grupo Toyo Engineering, grande conhecido no mercado Epcista.

Fonte: Click Petróleo e Gás

20/07/2020|Seção: Destaque Superior 150px|Tags: , |