Estaleiro EBR

Módulos de Mero rumo à China

Estaleiro EBR concluiu a fabricação de sistemas do FPSO Guanabara, contratado à Modec

03/02/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

EBR entrega mais um projeto no prazo

O Estaleiro EBR concluiu em janeiro de 2020 a fabricação de dois módulos para a plataforma FPSO Guanabara MV31, que está sendo construída pela MODEC Offshore Production Systems (Singapore) Pte. Ltd. e operará no Campo de Mero, na gigantesca área do pré-sal na costa do Brasil.

Destinados ao tratamento e injeção de água do mar para incorporação à planta de processo da unidade, os módulos foram embarcados no dia 31 de Janeiro rumo a China. “Com o escopo sob responsabilidade do EBR finalizado, fizemos o load-out dos módulos exatamente na data definida pela MODEC e com alto nível de qualidade. Com um gerenciamento bem-feito, cumprimos rigorosamente nosso compromisso com o cliente, sem nenhum acidente com afastamento”, destaca o CEO do Estaleiro EBR, Maurício Godoy.

Segundo o gerente comercial do EBR, Luiz Felipe Camargo, a construção dos módulos começou em janeiro de 2019. “Esse projeto marca o início do relacionamento do EBR com a MODEC e comprova a nossa capacidade de entrega dentro do prazo, com alta qualidade e atendendo rigorosos padrões de segurança”, afirma Luiz Felipe.

O gerente comercial do EBR destaca ainda que há a expectativa de aumento dos projetos de plataformas no mercado privado em decorrência da retomada dos leilões realizados pelo governo brasileiro. “Com a entrega do FPSO P-74, que levou a empresa a conquistar o prêmio de melhor fornecedor do ano da Petrobras, e agora, com o load-out dos módulos do FPSO Guanabara MV31 dentro do prazo, o EBR assume uma posição de destaque para conquistar novos projetos.”

Segundo ele, a continuidade de projetos no estaleiro é importante para a empresa melhorar continuamente sua competitividade, preservando empregos para os brasileiros. “Vislumbramos uma retomada no setor de construção offshore nos próximos meses, e o EBR está bem posicionado para participar dessas oportunidades”, conclui Luiz Felipe.

03/02/2020|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:, |

SUPRG participa de encontro sobre indústria naval

Uma reunião foi realizada no dia 13 de março (quarta-feira), no Centro Administrativo Fernando Ferrari que tratou sobre o fortalecimento da indústria naval gaúcha. Participaram o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, o secretário de Governança, Claudio Gastal, o superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima juntamente com outras autoridades e lideranças do setor.

19/03/2019|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

EBR fará módulos para FPSO Mero 1

A Estaleiros do Brasil (EBR) venceu a licitação realizada pela Modec e vai fabricar e montar módulos para o sistema de tratamento de água do topside do FPSO Guanabara MV31, afretado pelo consórcio Libra. O trabalho será realizado no estaleiro, na cidade de São José do Norte, no Rio Grande do Sul, e deve começar ainda no primeiro trimestre de 2019 com um cronograma de entrega de doze (12) meses.

29/01/2019|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

EBR conquista contrato da Modec – FPSO Guanabara MV31 (Mero I)

Em janeiro de 2019, a Estaleiros do Brasil Ltda. (“EBR”) foi selecionada pela MODEC Offshore Production Systems (Cingapura) Pte. Ltd. ("MOPS"), uma subsidiária da japonesa MODEC, Inc. ("MODEC"), para a fabricação e montagem de um número de módulos de processo para o topside de um sistema flutuante de produção, armazenamento e descarregamento (FPSO), o FPSO Guanabara MV31.
O escopo de trabalho a ser realizado no estaleiro EBR, localizado na cidade de São José do Norte, no Rio Grande do Sul, inclui a fabricação e montagem de módulos que compreendem o sistema de tratamento de água do topside para a unidade FPSO. O projeto terá início no primeiro trimestre de 2019 com um cronograma de entrega de doze (12) meses.
O FPSO Guanabara MV31, atualmente em construção pela MODEC, será contratado pela Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) através de um contrato de leasing e operação para o campo de Mero, onde será instalada a unidade FPSO. O campo está sendo desenvolvido atualmente pelo Consórcio de Libra, composto pela Petrobras (Operadora), Shell, TOTAL, CNPC e CNOOC. O Contrato de Partilha da Produção de Libra é gerenciado pela Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA). Leia mais...

Fonte: Estaleiro EBR

29/01/2019|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Saiba quais módulos os estaleiros locais vão disputar

Refletindo a redução das exigências de conteúdo local, a nova onda de contratações de FPSOs da Petrobras resultará num volume de obras menor no país, na comparação com as encomendas feitas nos últimos anos. A expectativa é que, no melhor dos cenários, as plataformas contratadas desde 2017 ou em processo de aquisição terão cinco módulos brasileiros não necessariamente integrados por aqui.

Estaleiro Rio Grande é sondado sobre P-71 e movimentação de cargas

Um estudo elaborado pela consultoria Agência Porto aponta que a retomada das operações do Estaleiro Rio Grande (ERG) deve ir além da montagem e fabricação de plataformas e embarcações. De acordo com o levantamento, a recém homologação do plano de recuperação judicial do grupo Ecovix, responsável pelo empreendimento, abre possibilidades para a retomada das operações em Rio Grande.

17/09/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Plataforma de petróleo ‘salva’ exportações gaúchas em agosto

As exportações gaúchas tiveram uma ajuda de peso pesado em agosto. A plataforma de petróleo (P-75), montada na China e que nem chegou a atracar em Rio Grande para depois seguir à Bacia de Santos, contribuiu com divisas de US$ 1,3 bilhão. O equipamento não chega a sair do Brasil, mas é contabilizado como exportação para a subsidiária da Petrobras no Panamá. Em fevereiro, a P-74 saiu do estaleiro da EBR, em São José do Norte, para a área do pré-sal.

17/09/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Plataforma P-74 deixa estaleiro no Rio Grande do Sul rumo à Bacia de Santos

A plataforma de petróleo P-74 que estava sendo montada no Rio Grande do Sul deixou bem cedo na manhã desta sexta-feira (23) o estaleiro EBR em São José do Norte. O casco gigante, com 326,2 metros de comprimento e 56,6 metros de largura se despediu do estaleiros e dos escassos trabalhadores que ainda restam na estrutura por volta das 6h.

23/02/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

A P-74 saindo nesta sexta-feira do estaleiro EBR, no Rio Grande do Sul, para iniciar sua missão de exploração do petróleo do pré-sal brasileiro.

 

23/02/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |