Estaleiro Mauá

Estaleiro Mauá concluiu obra de restauração para ampliar agilidade de suas operações

O Estaleiro Mauá, localizado em Niterói (RJ), concluiu recentemente a restauração completa da sua “Porta Batel”, estrutura flutuante, com 11m de altura, 6m de largura e 22,5m de boca, em forma de caixão que, quando cheio de água, serve de porta estanque para o seu dique seco. Leia mais

14/12/2022|Seção: Destaque Superior 150px|Tags:, |

Para especialistas, desmonte da indústria naval interrompeu ciclo de capacitação profissional

Há esperança para 2023, mas estaleiros precisam estar preparados para eventual retomada ou aumento das atividades. Leia mais

Estaleiro Mauá registra recorde de visitações na Rio Oil & Gas 2022

Uma das maiores feiras do setor de óleo e gás da América Latina, a Rio Oil & Gás recebeu a Plataforma Portuária Industrial Estaleiro Mauá, de Niterói, como um dos seus principais expositores na edição de 2022. Leia mais

03/10/2022|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Diversificação de negócios permitiu Mauá dobrar faturamento em 3 anos

Administração atribui resultado à plataforma portuária e industrial, que ampliou prospecção de serviços para outras áreas. Estaleiro vem participando de concorrências e vislumbra novas oportunidades com potenciais clientes do segmento offshore. Leia mais

08/09/2022|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Estaleiro Mauá foi um dos destaques da Navalshore 2022 e anunciou sua nova área de atuação

Na última terça-feira, 16, o maior evento da indústria naval da América Latina, a Navalshore 2022, começou. Um dos seus maiores expositores, é o Estaleiro Mauá, situado em Niterói. Ao todo, o evento recebe mais de 5 mil profissionais do setor, entre estaleiros, fabricantes, fornecedores e amadores, vindos de todas as partes do mundo. Leia mais

22/08/2022|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Desenvolvimento do setor naval é uma das prioridades da retomada econômica em Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, visitou, na tarde desta quarta-feira (08), o Estaleiro Mauá, um dos grandes símbolos da indústria naval na cidade, e que hoje funciona como uma base de apoio de reparos navais e serviços de offshore em apoio à bases de prospecção de petróleo. Acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite, o chefe do Executivo conheceu áreas importantes do estaleiro, incluindo o setor de reparos e instalações como dique seco para realização de serviços especializados. Leia mais

10/06/2022|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , |

Estaleiro Mauá obtém certificações ISO 9001 e ISO 14001

O Estaleiro Mauá, localizado em Niterói, Rio de Janeiro, em sua constante busca pela melhoria dos seus Sistemas de Gestão da Qualidade e de Gestão Ambiental, comunica que, em fevereiro de 2021, obteve as certificações conforme as normas NBR ISO 9001:2015 e NBR ISO 14001:2015, pela certificadora Rina Brasil. Clique para ler a nota do Estaleiro Mauá.

18/02/2021|Seção: Notícias da Semana, SINAVAL Informa|Tags:, |

Mais 2 estaleiros nacionais de olho em projeto do navio antártico

Tanto EAS, em Pernambuco, quanto Mauá (RJ) estudam parcerias para participar da concorrência do NApAnt. Comprovação de capacidade e experiência na construção de navios similares pode ser do próprio estaleiro ou de um parceiro tecnológico.

24/09/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Navio de apoio que colidiu contra plataforma da Petrobras passa por reforma no estaleiro Mauá, em Niterói

Após o acidente envolvendo a plataforma de produção FPSO da Petrobras e o navio de apoio PSV Batuíra, a Wilson Sons imediatamente encaminhou sua embarcação para o Estaleiro Mauá, na cidade de Niterói para realizar os reparos , principalmente na proa e deck onde os danos foram mais severos.

25/05/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Estaleiro Mauá soma dívidas de R$ 1,5 bi e tenta novo investidor

Fundado em 1845 e responsável por fabricar as primeiras plataformas de petróleo do país, na década de 1960, o Estaleiro Mauá, em Niterói, tenta um novo capítulo em sua história em meio a dificuldades financeiras. A atual crise na empresa ganhou força há três anos, quando a Transpetro cancelou o contrato de construção de três navios petroleiros. Com isso, o estaleiro acumulou dívidas de R$ 1,5 bilhão e enfrenta um processo de recuperação judicial, cujo plano prevê a possibilidade de atrair um sócio estrangeiro para concluir as unidades.

05/09/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |