Estaleiro Rio Maguari

Construção de balsas gaseiras pode abrir portas do estaleiro Rio Maguari para exportação

O Estaleiro Rio Maguari (ERM) acredita que a construção de comboios movidos a gás natural liquefeito (GNL) abrirá as portas para venda de modelos semelhantes para outros países num futuro não muito distante. O projeto logístico para transporte e distribuição de GNL na região Norte, idealizado pela Amazonica Energy, prevê a construção de 20 barcaças e cinco ou seis empurradores na primeira fase.

05/02/2019|Seção: Destaque Superior 300px, Notícias da Semana|Tags:, |

Projeto prevê construção de comboios movidos a GNL na região Norte

Um projeto logístico para transporte e distribuição de gás natural liquefeito (GNL) na região Norte prevê a construção de 20 barcaças e cinco ou seis empurradores. Segundo os idealizadores é a primeira vez que serão construídas no Brasil balsas desse tipo movidas a GNL. A meta é construir as unidades a partir de 2020, no Estaleiro Rio Maguari (PA).

05/02/2019|Seção: Destaque Superior 300px, Notícias da Semana|Tags:, |

Estaleiro Rio Maguari passa a fabricar rebocadores portuários

Produção das embarcações, que visa o mercado nacional e latino-americano, deve começar em 2019, e envolve a contratação adicional de cerca de 80 colaboradores diretos.

19/12/2018|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:|

Empresas da Indústria Naval são premiadas por desempenho

O estaleiro Rio Maguari de Belém (PA) obteve a melhor pontuação na premiação dos "Maiores & Melhores do Transporte" da revista Transporte Moderno da OTM Editora na categoria Indústria Naval. Também obtiveram excelente pontuação pelo desempenho no setor os estaleiros Vard Promar e Atlântico Sul, no Suape (PE) e Camargo Corrêa Naval Participações.

Estaleiro Rio Maguari fecha parceria com empresa canadense para fabricação de embarcações

O estaleiro Rio Maguari quer expandir sua influência no mercado de fornecimento de rebocadores para apoio portuário. Por isso, fechou recentemente uma parceria com a companhia canadense Robert Allan para a construção deste tipo de embarcação. “Já existem conversas em andamento com dois players. São conversas bem concretas.

21/08/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

ERM e Robert Allan fecham parceria estratégica no Pará

O Estaleiro Rio Maguari (ERM) formou uma parceria com a canadense Robert Allan para a construção de rebocadores portuários no Pará. Conhecido pela construção de embarcações fluviais, como barcaças e empurradores, o ERM está em negociação com alguns operadores e tem a previsão de começar a produção já a partir do ano que vem. A líder global em projetos navais, Robert Allan, é responsável pelo apoio técnico.

01/08/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Estaleiro Rio Maguari oferece rebocadores Robert Allan na Intermodal

O Estaleiro Rio Maguari (ERM) é líder na construção de embarcações fluviais no Brasil com o maior numero de embarcações entregues nos últimos seis anos - mais de 300 unidades para as principais empresas mundiais de commodities. A qualidade das embarcações e a pontualidade na entrega possibilitou uma parceria entre ERM e canadense Robert Allan Ltd (RAL), líder global em projetos navais, para a construção de rebocadores portuários e oceânicos.

14/03/2018|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Estaleiro Rio Maguari entrega empurrador 1.200 HP para Louis Dreyfus

O Estaleiro Rio Maguari (ERM) entregou no último dia 30 o empurrador fluvial LDC Guamá para a Louis Dreyfus Company (LDC). Trata-se do primeiro de uma série de quatro empurradores, entre 1.200 e 1.800HP, com projeto elaborado pela canadense Robert Allan Ltd. Após aprovação em todos os testes, a embarcação recebeu os certificados de classe do ABS e foi recebida pelo armador. O empurrador é equipado com dois motores principais de 600 HP cada, grupos geradores da Caterpillar e sistema de propulsão azimutal Schottel. O LDC Guamá tem 19,50 metros de comprimento e 9,00 metros de boca. Todo detalhamento construtivo com modelagem 3D do casco, tubulação e outfitting foi elaborado pela equipe técnica do estaleiro, que conta com 10 engenheiros navais. "As acomodações comportam até 10 tripulantes e o empurrador é equipado com modernos equipamentos de comunicação e navegação para vencer os desafios do interior da amazônia", destaca o diretor comercial do ERM, Fabio Vasconcellos. Ele acrescenta que as embarcações vão operar na manobra e transporte de barcaças graneleiras, que também estão sendo construídas no ERM, em um ritmo de seis barcaças por mês, com 3.200 TPB cada. O financiamento é do Fundo da Marinha Mercante (FMM).

22/08/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Cargill investe em frota fluvial para escoar grãos pelo Norte

12/02/2015|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |