Monthly Archives: novembro 2016

Estaleiros acionam agência em defesa do conteúdo local

O Sindicato da Indústria da Construção Naval e Offshore inicia hoje na Justiça Federal uma ação contra a Agência Nacional do Petróleo (ANP) para impedi-la de liberar a Petrobras de cumprir as exigências de conteúdo local para as plataformas de Libra e Sépia.

24/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Brasfels entrega primeiro FPSO replicante na próxima semana

O estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis (RJ) entregará o FPSO P-66, da Petrobras, na próxima semana, informou o diretor de Relações Institucionais do KeppelFels Brasil, Alceu Mariano . A plataforma é a primeira dos oito FPSOs replicantes (P-66 a P-73) originalmente encomendados pela estatal para produzir em campos do pré-sal, na Bacia de Santos.

24/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

A indústria naval & offshore precisa garantir o conteúdo local diz Sinaval

Em defesa da indústria naval & offshore brasileira, a entidade vai entrar com ação administrativa e na justiça federal para impedir que a dispensa do conteúdo local (waiver) seja concedida pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para os FPSOs dos campos de Libra —concessão em regime de partilha—, e Sépia —cessão onerosa—, ambos na bacia de Santos.

24/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Leilão da ANP em 2017 deve excluir conteúdo local no petróleo

Motivo de embate entre a indústria fornecedora brasileira e petroleiras, o conteúdo local deve ser excluído do próximo leilão a ser realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) – a quarta rodada de áreas marginais, prevista para 2017, sem data definida. A agência aguarda posição do governo até 13 de dezembro sobre a exigência de aquisição de volume mínimo de produtos e serviços no Brasil. A única certeza é que o conteúdo local não será critério de definição de vencedores. A dúvida é se alguma política de incentivo à indústria nacional estará prevista no edital.

22/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Nota de falecimento

O SINAVAL registra, com pesar, o falecimento, no último dia 17 de novembro, do Dr. Orfila Lima dos Santos, Conselheiro Benemérito da FBTS-Fundação Brasileira de Tecnologia da Soldagem, entidade tecnológica do campo da Soldagem fundada no Rio de Janeiro em 1982 por oito das mais representativas instituições e empresas da indústria brasileira – ABDIB, ABEMI, ABENDI, FIRJAN (CIRJ/SENAI), LIGHT, PETROBRAS, SIMME e SINAVAL.

22/11/2016|Seção: SINAVAL Informa||

Estaleiro Navship lança PSV do Prorefam

O estaleiro Navship, em Navegantes (SC), lançou o PSV Mr. Aldo esta semana. A embarcação da Bram Offshore foi afretada pela Petrobras por oito anos no Prorefam, o programa de renovação da frota de apoio marítimo da petroleira.

21/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Acaba obrigação da Petrobras no pré-sal

A Câmara dos Deputados rejeitou ontem os dois últimos destaques de partidos políticos que faltavam para a aprovação do projeto de lei que acaba com a participação obrigatória da Petrobras na exploração do pré-sal – hoje de no mínimo 30% de cada área – e ser a operadora única de todos os campos. O texto segue direto para sanção.

21/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Rocha: política de conteúdo local precisa ser defendida, melhorada e ampliada

Para o presidente do SINAVAL, Ariovaldo Rocha, a política de conteúdo local é determinante para o desenvolvimento do parque industrial naval brasileiro, incluindo toda a sua cadeia produtiva.

21/11/2016|Seção: Artigos|Tags:|

Parente reafirma que Brasil é prioridade para Petrobras

A Petrobras vai focar exclusivamente no Brasil pelos próximos cinco anos, disse ontem o presidente da empresa, Pedro Parente, em evento organizado pelo Bradesco, em Nova York. Em painel com investidores, Parente disse que a companhia foi vítima da Lava-Jato e que sua missão agora é retomar a confiança na empresa.

21/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

Shell prevê investir US$10 bi no Brasil

Empresa estrangeira com maior investimento no Brasil, a Shell vai aportar US$10 bilhões no país nos próximos cinco anos. O dinheiro virá do orçamento de investimentos da anglo-holandesa e não depende de captações.

21/11/2016|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |