Sinaval

About Sinaval

This author has not yet filled in any details.
So far Sinaval has created 3338 blog entries.

IMO emite orientações para atrasos nas entregas de navios devido ao COVID-19

A Organização Marítima Internacional (IMO) divulgou orientações para casos em que o COVID-19 resulta em atrasos imprevistos na entrega de navios graneleiros e petroleiros, com nova construção prevista para serem entregues antes de 1º de julho. A orientação é particularmente relevante para construtores de navios, fornecedores de equipamentos, armadores e engenheiros.

09/04/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

AFRMM teve arrecadação de R$ 4,3 bilhões em 2019

Os valores arrecadados no Adicional ao Frete para a Renovação da Marinha Mercante (AFRMM) totalizaram R$ 4,3 bilhões no ano passado, 7,6% acima dos R$ 4 bilhões arrecadados em 2018. No último trimestre de 2019, essa arrecadação ficou em R$ 1,2 bilhão, 16,7% a mais que no 4º trimestre do ano anterior, quando a arrecadação foi da ordem de R$ 1 bilhão. As informações constam no relatório trimestral do Ministério da Infraestrutura. Dessa arrecadação bruta, são deduzidos os valores referentes ao ressarcimento às empresas de navegação.

03/04/2020|Seção: Destaque 300px, Notícias da Semana|Tags:, |

Dois estaleiros japoneses formarão joint venture em outubro

A Imabari Shipbuilding e a Japan Marine United Corporation (JMU) chegaram a um acordo para formar uma joint venture em um esforço para competir melhor no cenário global da construção naval.

31/03/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Petrobras e Yinson assinam contrato do FPSO Marlim 2, que está em conversão na China

A Yinson, da Malásia, anunciou hoje (30) que assinou os contratos com a Petrobrás para a entrega, operação e manutenção do FPSO Marlim 2. Como se sabe, a companhia asiática venceu a licitação envolvendo o navio-plataforma, que deve entrar em operação no primeiro trimestre de 2023, na Bacia de Campos.

31/03/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:|

CORONAVÍRUS:
Financiamentos do FMM celebrados pelo BNDES terão cobranças suspensas


Há R$ 23,5 bilhões em contratos com armadores e estaleiros que poderão se beneficiar da medida

Como ação para enfrentamento dos efeitos do novo Coronavírus, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) aprovou medida emergencial para a suspensão de cobrança dos empréstimos por até 6 meses. Essa suspensão poderá ser estendida aos financiamentos celebrados pelo BNDES com recursos do Fundo da Marinha Mercante (FMM), sujeita aos prazos máximos de carência estabelecidos na legislação e observadas as políticas e normas de crédito do BNDES.

Os financiamentos com recursos do FMM possuem prazo de até 4 anos de carência e até 20 anos de amortização, de acordo com a regulamentação do Conselho Monetário Nacional (CMN). Os financiamentos do FMM são realizados por meio dos bancos oficiais federais, e o BNDES é o principal agente financiador do FMM, com saldo emprestado de R$ 23,5 bilhões.

Como o FMM acumulou excedentes de arrecadação nos últimos anos, a suspensão temporária não prejudicará a execução do orçamento de 2020 para novas contratações.

SOBRE O FUNDO – O FMM é administrado pelo Ministério da Infraestrutura, por intermédio do Conselho Diretor do FMM, sendo a principal fonte de financiamento de longo prazo do setor naval. O Fundo disponibiliza recursos para a instalação e modernização de estaleiros e para que as empresas brasileiras possam estabelecer-se, renovar ou ampliar sua frota de embarcações.

Para mais informações sobre apresentação dos pedidos de suspensão de cobrança e indicação dos contratos a serem beneficiados, acesse: https://www.bndes.gov.br.
Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

31/03/2020|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:, , |

FMM destina R$ 5,6 bilhões para projetos do setor naval

Maior parte dos recursos será destinada a projetos já aprovados e que obtiveram novo prazo para contratação do financiamento; Conselho também aprovou a prestação de contas de 2019.
O Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) aprovou, na 43ª Reunião Ordinária, realizada neste mês, R$ 5,6 bilhões de investimentos para o setor naval. A maior parte dos recursos será destinada para projetos que já tinham sido aprovados pelo Conselho e que obtiveram novo prazo para contratação do financiamento com recursos Fundo. Na ocasião, o Conselho também aprovou a prestação de contas de 2019 do FMM.

31/03/2020|Seção: Destaque Superior 300px|Tags:, |

BNDES divulga primeiras medidas do Plano de Ação Emergencial Covid 19

23/03/2020|Seção: Destaque 300px, Notícias da Semana|Tags:|

Marinha faz chamamento público para a obtenção de navios hidroceanográficos

A Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM), com sede na Rua 1º de Março, 10º andar, Edifício Barão de Ladário, Centro, Rio de Janeiro-RJ, CEP 20.010-000, participa a intenção da Marinha do Brasil (MB) em iniciar o processo de obtenção de dois Navios Hidroceanográficos de 2ª Classe (NHo-2).
As empresas interessadas em fornecer à MB as respostas iniciais poderão, no período compreendido entre 9h do dia 19/03/2020 e 15h do dia 09/04/2020, retirar o documento intitulado “Solicitação de Informações” (“Request For Information” – RFI), o qual visa a buscar dados preliminares no que concerne aos projetos técnicos existentes de Navios Hidroceanográficos (NHo).

20/03/2020|Seção: Destaque 300px, Notícias da Semana|Tags:|

Estaleiro Detroit entrega o 6º rebocador da série Starnav

Starnav Tiaki é o mais novo rebocador da Starnav Serviços Marítimos. O rebocador deixou Itajaí na última quarta-feira (11) sentido Rio de Janeiro, sede da empresa. Dotado do que há de mais moderno em termos de construção naval, a embarcação é uma verdadeira obra de engenharia avançada.

18/03/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |

Sulnorte investe em dez novos rebocadores

Com o objetivo de renovar e expandir a frota, a Sulnorte, tradicional empresa de rebocadores controlada pelo Grupo H. Dantas e a segunda mais antiga do Brasil, anuncia a aprovação de seu projeto para a construção de dez novos rebocadores portuários RAmparts 2500 por parte do Conselho do Fundo de Marinha Mercante. Com investimento de R$ 321 milhões, as embarcações deverão ser construídas no Estaleiro Rio Maguari, no Pará, e terão 75 toneladas de tração estática (TTE).

09/03/2020|Seção: Notícias da Semana|Tags:, |