SINAVAL é a instituição que representa
os estaleiros brasileiros instalados
em diversas regiões do país.

SINAVAL Informa

Construção naval mantém empregos nos estaleiros

O presidente do SINAVAL (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore), Ariovaldo Rocha, informa que os estaleiros brasileiros empregam 79 mil pessoas, diretamente, segundo as estatísticas de fevereiro de 2015. “A construção de navios e plataformas de petróleo prosseguem normalmente. A carteira de encomendas dos estaleiros, divulgada pelo SINAVAL semestralmente, apresenta 324 embarcações em construção, ao final de 2014, entre navios de diversos tipos, plataformas de petróleo e sondas de perfuração”, destaca Ariovaldo Rocha.

SINAVAL Informa

SINAVAL leva ao Palácio do Planalto informações da construção naval

O secretário geral da Presidência da República, Miguel Rosseto, recebe diretores e o presidente do SINAVAL, Ariovaldo Rocha, em agenda sobre reivindicações da construção naval brasileira. Em Brasília, no dia 23 de março de 2015, representantes do SINAVAL estiveram com autoridades do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Cenários

Cenário da Construção Naval brasileira – Balanço de 2014 e visão de 2015

A crise da economia brasileira e da Petrobras se intensificou no segundo semestre de 2014. A estatística de emprego nos estaleiros, levantada pelo SINAVAL junto a seus associados, apresenta uma variação normal com uma queda de cerca de 4% do final de 2014 em relação ao final de fevereiro de 2015. O total do emprego gerado em de fevereiro de 2015 foi de 79.194 pessoas. Setor de ciclo longo, a construção naval tem encomendas até 2020. Em 2015 seria necessário iniciar o planejamento de encomendas para manter a atividade dos estaleiros a partir de 2018. Diversos segmentos permanecem com a demanda aquecida: a construção de navios de apoio marítimo; o transporte fluvial, navios porta contêineres, rebocadores portuários e o reparo. Mas, para manter o setor em expansão é necessário o prosseguimento das encomendas de navios petroleiros e plataformas de produção de petróleo.

Notícias da Semana