O SINAVAL é a instituição que representa
os estaleiros brasileiros instalados
em diversas regiões do país.

Notícias da Semana

Aliança apresenta primeiras barcaças oceânicas de transporte de contêineres feitas no Brasil

A Aliança Navegação e Logística, operadora logística brasileira pertencente ao grupo A.P. Moller-Maersk, está construindo as duas primeiras barcaças oceânicas para transporte de contêineres do Brasil. O projeto, que teve início em dezembro de 2021, inclui dois empurradores, que serão construídos pelo Estaleiro Rio Maguari, em Belém (PA), com previsão de entrega até 2024. Leia mais

Notícias da Semana

Primeiro Submarino do PROSUB será transferido para o Setor Operativo da Marinha

Um dos quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica (S-BR) previstos no Programa de Submarinos (PROSUB), o qual representa o primeiro da Classe “Riachuelo”, cumpriu um extenso e rigoroso calendário de Testes de Aceitação no Porto e no Mar e está pronto para iniciar a preparação para sua fase operativa, a fim de cumprir a missão de patrulhar as águas jurisdicionais brasileiras que formam a Amazônia Azul e as áreas de importância estratégica para o Brasil no Atlântico Sul. Leia mais

Notícias da Semana

Futuro da indústria naval é tema de painel na Navalshore

A conferência oficial da Navalshore terá este ano quatro painéis, nos dois primeiros dias do evento. No dia 16 de agosto, o primeiro painel será dedicado ao futuro da indústria naval, sob o título "Cenários da indústria naval e offshore". Participam deste painel representantes de algumas das principais entidades empresariais do setor e o poder público — Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo (ABEAM) / Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima (SYNDARMA), Coordenadoria Geral de Projetos dos Fundos de Infraestrutura – Ministério da Infraestrutura, Sindicato da Indústria de Construção Naval do Estado do Pará (SINCONAPA), e Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (SINAVAL). Leia mais

Desenvolvimento do setor naval é uma das prioridades da retomada econômica em Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, visitou, na tarde desta quarta-feira (08), o Estaleiro Mauá, um dos grandes símbolos da indústria naval na cidade, e que hoje funciona como uma base de apoio de reparos navais e serviços de offshore em apoio à bases de prospecção de petróleo. Acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite, o chefe do Executivo conheceu áreas importantes do estaleiro, incluindo o setor de reparos e instalações como dique seco para realização de serviços especializados. Leia mais

Notícias da Semana

SINAVAL vive expectativa de retomada do setor naval e vê oportunidades para estaleiros em eólicas offshore

A indústria naval brasileira vive um período desafiador, mas enxerga um horizonte de novas oportunidades. Essa é a visão do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), que completou recentemente 67 anos de existência. Ao longo de toda essa trajetória, a entidade viu os momentos de ouro do setor naval brasileiro. A realidade atual, no entanto, é outra. Com pouquíssimas encomendas, os estaleiros do país estão, em sua maioria, apenas realizando serviços de reparo. Um desperdício e tanto de talentos e conhecimento técnico. O vice-presidente executivo do Sinaval, Sergio Bacci, lembra que o país já teve mais de 40 estaleiros em funcionamento. Hoje, são apenas 24. Leia mais

Notícias da Semana

Para o CEO da SPE Águas Azuis, Santa Catarina pode ter papel estratégico na defesa naval do País

Santa Catarina abriga um dos maiores projetos da área de defesa em andamento no País. E os participantes da SC Expo Defense, que ocorre em Florianópolis nos dias 19 e 20 de maio, poderão conhecer um pouco mais do Programa Fragatas Classe Tamandaré, no espaço da Águas Azuis, Sociedade de Propósito Específico estabelecida entre a thyssenkrupp Marine Systems, a Embraer Defesa & Segurança e a Atech, subsidiária da Embraer, para a construção dos quatro novos navios que vão ampliar e modernizar a esquadra da Marinha do Brasil. Leia mais

Notícias da Semana

O valor do mar no PIB brasileiro

Grupo Técnico pretende definir, em 2022, uma metodologia para essa mensuração.
O Brasil possui em sua jurisdição uma área oceânica com cerca de 5,7 milhões de km2, que é fundamental para a economia do País. Esse extenso espaço marítimo dispõe de grande diversidade de recursos naturais, a exemplo de pescados, bem como riquezas minerais e energéticas, incluindo fosfato, hidratos de gás e petróleo. Leia mais

Petrobras ignora benefícios do Conteúdo Local e falhas no exterior

Níveis adequados de Conteúdo Local em plataformas de petróleo não significam a adoção de reserva de mercado. O baixo nível de produção no Brasil atualmente é um retrocesso, com consequências danosas para a indústria brasileira e seus trabalhadores, denuncia Ariovaldo Rocha, presidente do Sinaval (sindicato da indústria naval). Leia mais

Até Japão reclama de subsídios dos concorrentes

Quanto a valores, o Sindicato lembra que nenhuma indústria brasileira consegue ser competitiva com os preços praticados na Ásia, sobretudo na China, e isso ocorre por diversos fatores: o “custo Brasil”; a participação de governos asiáticos em favor de suas empresas nas concorrências internacionais; a carga de impostos diretos e indiretos que prejudica a indústria brasileira. Leia mais

Japan’s shipbuilders remain in ‘crisis’

The head of Japan's shipbuilding industry says its members face a crisis as business continues to decline due to the pandemic.
He said, "Chinese and South Korean shipbuilders secure orders helped by strong government backing. But Japanese companies are struggling, and their backlog of orders is decreasing rapidly." Leia mais

Abimaq vê sucesso de conteúdo local em projetos de FPSOs e no subsea

Associação destacou êxito de projetos de FPSOs no Brasil com a SBM, no estaleiro Brasa (RJ), e a conclusão da FPSO P-76 (foto), na Techint, com preço mais baixo e com conteúdo local acima do exigido. Para conselho de O&G da entidade, itens submersos de exploração e produção atraíram uma grande quantidade de empresas para o Brasil. Leia mais

Sinaval contesta Petrobras e diz que contratação da indústria local ajudaria o Brasil na retomada pós-pandemia

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, deu nesta semana um recado para a indústria naval: “o Brasil tem vantagens em recursos naturais e os chineses têm o potencial industrial”. Ou seja, a companhia pretende continuar contratando suas plataformas na Ásia e, em especial na China. “Essa é a cabeça de quem acha que o Brasil sempre será colônia”, disse o vice-presidente executivo do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), Sergio Bacci (foto).
Clique aqui para ler a a entrevista completa

Artigos

Queremos indústria naval no Brasil?

Esta pergunta, que vale alguns bilhões de dólares e milhares de empregos no Brasil, precisa ser respondida pelo Governo Federal através de uma Política de Estado.
Historicamente, a indústria naval brasileira sempre viveu de soluços. São anos de bonança com obras e empregos e, depois, anos de terra arrasada, com grande desemprego, como estamos passando nos últimos quatro anos. Leia mais...
Ariovaldo Rocha – Presidente do SINAVAL

Artigos

O papel da Indústria Naval na economia e na geração de empregos

O baixo crescimento de nossa economia, somado ao grande número de desempregados no Brasil, tem sido fruto de uma política estrategicamente equivocada da percepção do papel da indústria de transformação no desenvolvimento do País. Leia mais...
Ariovaldo Rocha – Presidente do SINAVAL

SINAVAL Informa

Reunião do SINAVAL com o Ministro da Infraestrutura

O SINAVAL participou nesta segunda-feira dia 02/09/2019 de reunião em Brasília com o Ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, ocasião em que foi apresentada a situação geral da Indústria Naval e Offshore Brasileira no âmbito das discussões do Programa BR do Mar, a ser lançado em outubro sob a forma de Medida Provisória. Leia mais...

SINAVAL Informa

Reunião do SINAVAL com o Vice-Presidente Hamilton Mourão

O SINAVAL foi recebido em Brasília na manhã de segunda-feira, dia 22 de julho, pelo Vice-Presidente da República Hamilton Mourão para apresentação da situação atual e das perspectivas da Indústria Naval e Offshore brasileira. O Presidente Ariovaldo Rocha estava acompanhado de Diretores do SINAVAL e de estaleiros associados à instituição. Na primeira foto, o Vice-Presidente Mourão com o Presidente Rocha. Na segunda foto, o Vice-Presidente Mourão e o Presidente Rocha com Harro Burmann (Presidente do Estaleiro Atlântico Sul), Jorge Ferraz (Diretor do SINAVAL) e Maurício Bastos de Almeida (Presidente da Enseada Indústria Naval). Leia mais...

Notícias da Semana

Governo da Coreia do Sul investe na recuperação da construção naval

Na sequência de um apoio público já anunciado, Seul orienta agora o financiamento para a construção de navios a GNL. A Coreia do Sul tenciona investir 54 milhões de euros no apoio à recuperação dos estaleiros navais do país, terá anunciado o ministro do Comércio, Indústria e Energia sul-coreano, refere o World Maritime News. Leia mais...

Projeto de lei dos EUA incentiva construção naval dedicada à cabotagem

Brasil e Estados Unidos são países privilegiados por contar com extensas costas marítimas. O território norte-americano, inclusive, é banhado por dois oceanos - Pacífico e Atlântico - e ocupa a nona posição entre as maiores extensões litorâneas do planeta. Entretanto, a frota de embarcações destas nações é muito baixa, reflexo de uma indústria marítima muito aquém de suas possibilidades e em posição de fragilidade se comparadas às indústrias de Alemanha, Japão, Noruega, Grécia e Cingapura, entre outras.
Para reverter este panorama um projeto de Lei foi apresentado nos Estados Unidos com o intuito de incentivar a construção naval dedicada à cabotagem. Leia mais...

‘Jones Act’ contribuiu para 30% a mais empregos na indústria marítima dos EUA, aponta instituto

O setor marítimo dos Estados Unidos registrou aumento de 30% no número de postos de trabalho locais. De acordo com o Transportation Institute, esse aumento foi possível graças ao Jones Act, lei de 1920 que garante que o transporte de cabotagem pela costa americana seja realizado por embarcações construídas no país, de propriedade de armadores locais e tripuladas por americanos, promovendo a manutenção da base industrial marítima dos EUA. Leia mais...

 

Últimas Notícias

Primeiro Submarino do PROSUB será transferido para o Setor Operativo da Marinha

Um dos quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica (S-BR) previstos no Programa de Submarinos (PROSUB), o qual representa o primeiro da Classe “Riachuelo”, cumpriu um extenso e rigoroso calendário de Testes de Aceitação no Porto e no Mar e está pronto para iniciar a preparação para sua fase operativa, a fim de cumprir a missão de patrulhar as águas jurisdicionais brasileiras que formam a Amazônia Azul e as áreas de importância estratégica para o Brasil no Atlântico Sul. Leia mais

Futuro da indústria naval é tema de painel na Navalshore

A conferência oficial da Navalshore terá este ano quatro painéis, nos dois primeiros dias do evento. No dia 16 de agosto, o primeiro painel será dedicado ao futuro da indústria naval, sob o título "Cenários da indústria naval e offshore". Participam deste painel representantes de algumas das principais entidades empresariais do setor e o poder público — Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo (ABEAM) / Sindicato Nacional das Empresas de Navegação Marítima (SYNDARMA), Coordenadoria Geral de Projetos dos Fundos de Infraestrutura – Ministério da Infraestrutura, Sindicato da Indústria de Construção Naval do Estado do Pará (SINCONAPA), e Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (SINAVAL). Leia mais