O SINAVAL é a instituição que representa
os estaleiros brasileiros instalados
em diversas regiões do país.

Nota do SINAVAL

Registramos, com pesar, o falecimento do Engenheiro COARACY FRANÇA DA SILVA no dia 21 de novembro, em Niterói, onde residiu por décadas. Leia mais

Notícias da Semana

Economia Azul: Desenvolvimento, Desafios e Oportunidades

Os desafios para o desenvolvimento e as oportunidades da Economia Azul ganharam ampla discussão nos dias 17 e 18 de novembro. Como celebração pelo Dia da Amazônia Azul, comemorado em 16 de novembro, o Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) promoveram o Seminário internacional "Economia Azul: Desenvolvimento, Desafios e Oportunidades". Leia mais

Estudo da Firjan revela grande potencial para o futuro da Indústria Naval no Brasil

O Panorama Naval no Rio de Janeiro 2022, publicação da Firjan SENAI SESI em sua quinta edição, traz o cenário atual e análises que traduzem o potencial futuro para a indústria naval. Integrado ao estudo, o ambiente virtual com dados dinâmicos no site da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) destaca os projetos com pedidos de licenciamento ambiental para eólicas offshore. Leia mais

Notícias da Semana

Indústria naval aposta em projetos de baixo carbono em estaleiros

Com o aumento do número de projetos de parques eólicos offshore no Brasil, o tema vem cada vez mais despertando a atenção. Esses equipamentos captam os ventos constantes em alto-mar e os transformam em energia elétrica. A expectativa é de que em cinco anos, o segmento crie novas oportunidades para a indústria naval brasileira, principalmente no Nordeste, região que concentra 80% dos parques brasileiros. Leia mais

Nota do SINAVAL


O SINAVAL informa que em 01/11 foi realizada a Eleição Sindical para a Diretoria e demais órgãos da Entidade de Classe para exercer mandato de dezembro de 2022 a dezembro de 2026. A posse será realizada no início do mês de dezembro. A composição da chapa única eleita está no quadro apresentado a seguir. Nossos parabéns a todos os eleitos, desejando todo sucesso nessa nova gestão!
Veja no link abaixo a nova diretoria
Diretoria, Conselho Fiscal e Representações do SINAVAL

Revista Portos e Navios
Entrevista exclusiva – Luiz Inácio Lula da Silva

Candidato pretende retomar política de conteúdo nacional com objetivo de viabilizar expansão da cadeia de fornecedores. Revisão da legislação de fomento à indústria naval é outra das metas em caso de um terceiro governo, com objetivo de incentivar encomenda de novas embarcações aos estaleiros nacionais. Lula vê espaço para atividades além construção de navios e plataformas — como para energia eólica offshore —, além de desmontes e desmantelamentos de embarcações e estruturas flutuantes. Leia a entrevista completa

Notícias da Semana

Economia do mar: Brasil movimentou R$ 417 bilhões, porém metade vem do petróleo; se o objetivo é uma indústria naval forte, está nas mãos da Petrobras, afirma vice-presidente do Sinaval

Na última semana, o presidente do Senge RJ, Olimpio Alves dos Santos, abriu o seminário no Clube de Engenharia em um tom firme, discutindo sobre a relação entre desenvolvimento, soberania nacional e retomada da indústria naval forte. Na fala, ele menciona que o Brasil é um país com mais de 11 mil km de costa, e que possui uma enorme capacidade fluvial e lacustre. Dessa forma, para ele, é inadmissível que o setor naval brasileiro esteja inativo. Leia mais

Notícias da Semana

O valor do mar no PIB brasileiro

Grupo Técnico pretende definir, em 2022, uma metodologia para essa mensuração.
O Brasil possui em sua jurisdição uma área oceânica com cerca de 5,7 milhões de km2, que é fundamental para a economia do País. Esse extenso espaço marítimo dispõe de grande diversidade de recursos naturais, a exemplo de pescados, bem como riquezas minerais e energéticas, incluindo fosfato, hidratos de gás e petróleo. Leia mais

Petrobras ignora benefícios do Conteúdo Local e falhas no exterior

Níveis adequados de Conteúdo Local em plataformas de petróleo não significam a adoção de reserva de mercado. O baixo nível de produção no Brasil atualmente é um retrocesso, com consequências danosas para a indústria brasileira e seus trabalhadores, denuncia Ariovaldo Rocha, presidente do Sinaval (sindicato da indústria naval). Leia mais

Até Japão reclama de subsídios dos concorrentes

Quanto a valores, o Sindicato lembra que nenhuma indústria brasileira consegue ser competitiva com os preços praticados na Ásia, sobretudo na China, e isso ocorre por diversos fatores: o “custo Brasil”; a participação de governos asiáticos em favor de suas empresas nas concorrências internacionais; a carga de impostos diretos e indiretos que prejudica a indústria brasileira. Leia mais

Japan’s shipbuilders remain in ‘crisis’

The head of Japan's shipbuilding industry says its members face a crisis as business continues to decline due to the pandemic.
He said, "Chinese and South Korean shipbuilders secure orders helped by strong government backing. But Japanese companies are struggling, and their backlog of orders is decreasing rapidly." Leia mais

Abimaq vê sucesso de conteúdo local em projetos de FPSOs e no subsea

Associação destacou êxito de projetos de FPSOs no Brasil com a SBM, no estaleiro Brasa (RJ), e a conclusão da FPSO P-76 (foto), na Techint, com preço mais baixo e com conteúdo local acima do exigido. Para conselho de O&G da entidade, itens submersos de exploração e produção atraíram uma grande quantidade de empresas para o Brasil. Leia mais

Notícias da Semana

Sucesso na 16ª edição da maior feira da indústria naval da América Latina, a Navalshore 2022


O evento que reuniu armadores, estaleiros, fabricantes e fornecedores nacionais e internacionais da indústria naval voltou com força após três anos interrompidos pela pandemia Covid-19. Para os expositores e os +7.000 visitantes superou todas a expectativas. “Esse contato, esse calor humano, é o que a gente gosta de fazer. Para fazer navios, fazer projetos, nós fazemos com pessoas”, disse Maurício Bastos de Almeida, CEO do Estaleiro Enseada.

Sinaval contesta Petrobras e diz que contratação da indústria local ajudaria o Brasil na retomada pós-pandemia

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, deu nesta semana um recado para a indústria naval: “o Brasil tem vantagens em recursos naturais e os chineses têm o potencial industrial”. Ou seja, a companhia pretende continuar contratando suas plataformas na Ásia e, em especial na China. “Essa é a cabeça de quem acha que o Brasil sempre será colônia”, disse o vice-presidente executivo do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), Sergio Bacci (foto).
Clique aqui para ler a a entrevista completa

Projeto de lei dos EUA incentiva construção naval dedicada à cabotagem

Brasil e Estados Unidos são países privilegiados por contar com extensas costas marítimas. O território norte-americano, inclusive, é banhado por dois oceanos - Pacífico e Atlântico - e ocupa a nona posição entre as maiores extensões litorâneas do planeta. Entretanto, a frota de embarcações destas nações é muito baixa, reflexo de uma indústria marítima muito aquém de suas possibilidades e em posição de fragilidade se comparadas às indústrias de Alemanha, Japão, Noruega, Grécia e Cingapura, entre outras.
Para reverter este panorama um projeto de Lei foi apresentado nos Estados Unidos com o intuito de incentivar a construção naval dedicada à cabotagem. Leia mais...

‘Jones Act’ contribuiu para 30% a mais empregos na indústria marítima dos EUA, aponta instituto

O setor marítimo dos Estados Unidos registrou aumento de 30% no número de postos de trabalho locais. De acordo com o Transportation Institute, esse aumento foi possível graças ao Jones Act, lei de 1920 que garante que o transporte de cabotagem pela costa americana seja realizado por embarcações construídas no país, de propriedade de armadores locais e tripuladas por americanos, promovendo a manutenção da base industrial marítima dos EUA. Leia mais...

 

Últimas Notícias

Economia Azul: Desenvolvimento, Desafios e Oportunidades

Os desafios para o desenvolvimento e as oportunidades da Economia Azul ganharam ampla discussão nos dias 17 e 18 de novembro. Como celebração pelo Dia da Amazônia Azul, comemorado em 16 de novembro, o Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro e a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) promoveram o Seminário internacional "Economia Azul: Desenvolvimento, Desafios e Oportunidades". Leia mais

Indústria naval aposta em projetos de baixo carbono em estaleiros

Com o aumento do número de projetos de parques eólicos offshore no Brasil, o tema vem cada vez mais despertando a atenção. Esses equipamentos captam os ventos constantes em alto-mar e os transformam em energia elétrica. A expectativa é de que em cinco anos, o segmento crie novas oportunidades para a indústria naval brasileira, principalmente no Nordeste, região que concentra 80% dos parques brasileiros. Leia mais

NApAnt: Firjan promove Rede de Oportunidades com o Estaleiro Jurong Aracruz

No quarto encontro do programa Rede de Oportunidades da Firjan SENAI SESI, o Estaleiro Jurong Aracruz (EJA) apresentou seus requisitos de compras a potenciais 130 fornecedores. O encontro aconteceu na sede da Firjan em 8/11. O estaleiro vai construir um navio de apoio Antártico (NApAnt) para a Marinha do Brasil, com investimento de US$ 150 milhões. Leia mais