Ariovaldo Rocha

A Petrobras é o melhor exemplo do conteúdo local brasileiro

A exigência de conteúdo local não pode ser responsabilizada pela alegação falaciosa que o preço do FPSO é 40% mais caro. As mudanças na política de conteúdo local brasileira vem sendo alvo de acirrada disputa, polarizando posicionamentos divergentes entre o setor de produção de petróleo e gás e a indústria fornecedora de bens e serviços dessa cadeia, entre elas a indústria da construção naval e offshore.

07/02/2017|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

O Brasil precisa reduzir custos

Como todos sabem, a construção naval tem passado por ciclos de progresso, infelizmente entrecortados por períodos sombrios. Isso ocorre, em uma análise genérica, por insensibilidade de governos.

01/08/2014|Seção: Artigos|Tags:, , |

Sinaval promete conversa com EISA para viabilizar solução de problemas

O presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), Ariovaldo Rocha, afirmou ao Monitor Mercantil que vai conversar com a direção do Estaleiro Ilha S.A (Eisa) e seus trabalhadores para tentar viabilizar a solução dos problemas que estão afetando o estaleiro.

16/07/2014|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Ministro da Fazenda recebe presidente do SINAVAL

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, recebeu, dia 16/7/2014, o presidente do SINAVAL. Ariovaldo Rocha, em seu gabinete em Brasília para discutir assuntos do interesse da indústria da construção naval brasileira.

16/07/2014|Seção: SINAVAL Informa|Tags:|

Construção naval continua com pé no acelerador

O Brasil está com o pé no freio, mas a construção naval – majoritariamente em razão das encomendas de óleo e gás – continua acelerando. A economia deverá ter expansão, este ano – segundo o boletim Focus, que é o sentimento de agentes privados colhido pelo Banco Central – de apenas 1,24%, mas os números dos estaleiros serão bem melhores.

Governador participa de seminário sobre indústria naval fluminense

O governador Luiz Fernando Pezão participou, no dia 06 de junho (sexta-feira), da abertura do III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro. O evento, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e Fórum de Trabalhadores do setor, discute os principais projetos e desafios da indústria naval fluminense.

09/06/2014|Seção: Notícias da Semana|Tags:, , , |

Santos e Lindbergh levarão conteúdo local ao Congresso

O deputado Edson Santos (PT-RJ), declarou que, em conjunto com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), vai promover audiência pública no Congresso para examinar até que ponto a Petrobras pretende mudar a política de conteúdo local – que privilegia a indústria nacional no fornecimento à indústria do petróleo. Santos é presidente da Frente Parlamentar da Indústria Marítima, e Lindbergh está à frente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Petrobras quer contratar mais 59 barcos de apoio em 2014

A Petrobras pretende contratar todos os 146 barcos de apoio offshore previstos no Prorefam até a sétima rodada. Para cumprir essa meta deverão ser contratadas 59 embarcações nas duas últimas rodadas. Desse montante, entre 40 e 50 deverão ser do tipo AHTS.

Graça diz a empresários que conteúdo nacional não é prioridade. Foco é produzir mais

Para uma plateia de empresários do setor naval, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou ontem que a prioridade de aumentar a produção de petróleo está acima da contratação de encomendas junto à indústria nacional.

Revista Fator Brasil: Construção naval brasileira com demanda firme para os próximos 20 anos

É um segmento que além dos 78 mil empregos diretos hoje, deve gerar mais 40 mil em
até três anos, na soma dos indiretos, deve alcançar cerca de 800 mil empregos. E para falar sobre a indústria naval brasileira que hoje é líder na criação de empregos, desenvolvimento socioeconômico do país, o Portal e TV Fator […]